segunda-feira, 16 de abril de 2018

Nablus Yarması

O amor é um peso tão indelicado que empreguiça os impacientes
Enquanto a leveza dos impulsos o embota sem pudor...
Eu quis amar o fim do homem,
Mas o lugar marcado para tal é uma ruína acerca de um kibbutz falido.

O amor é uma lista de dúvidas que não interessa aos degastados,
Não impressiona os despachados...
Eu quis amar o fim do homem,
Mas os portões estão fechados,
As ilusões estão contidas
E nunca mais verti lágrima por aquilo que importou.