quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Segundo o Poetinha...

Há tempos obcecada,
Tentando um contato por uma frase vil,
Um antídoto para o teu veneno,
Uma fraqueza do meu mundo para a figuração do teu.

Há muito impaciente
Para dizer-te que, sim, eu sou feliz,
Mesmo que isso não seja verdade.