terça-feira, 5 de agosto de 2008

Pequena Clareza

Rendido à tua citação
E ao teu tronco curvado, oposto à sombra,
Cerro lábios e dentes,
Abrando pensamentos e mágoas
Para que a tua dança esteja além do silêncio;
O teu corpo contra o ar,
Percussivo,
Denuncia cada mentira em meu verso.