quinta-feira, 26 de junho de 2008

Leilão de Gado

Confidenciando sonhos que ninguém lê,
Expõe as carnes para a avaliação geral,
Guerreia por olhos de um mundo cego,
Permeia desejos por obsessão.

Vestindo a camisa a fim de tirá-la,
Permite de graça a tentar a fortuna
E finge a pirraça para a libertação.