segunda-feira, 8 de abril de 2013

O Óbvio

Eu acredito que o Brasil só será justo quando as meso ou microrregiões forem soberanas e independentes, ademais, quando o Brasil não passe de um bloco econômico, onde o Estado só se associa se o seu povo assim quiser. A centralização do Brasil é um artifício para que a maioria ideológica concentre todo o poder, acarretando em também concentrar o investimento onde eles quiserem, em companhia dos pares que quiserem, sucateando áreas "longínquas" com discursos demagógicos e clientelistas, de assistencialismo sem plano, "culpando" europeus e americanos para a criação dum inimigo público nacional a ser introduzido em campanhas eleitoreiras, mas na verdade financiam e compactuam com a exploração estrangeira de livre mercado. Dar ao povo de uma localidade de esfera municipal a soberania sobre a sua própria localidade, em uma democracia semi-direta, e não uma falseada soberania sobre uma extensão continental de terra e vidas que nem em toda a própria vida será possível a completude de entendimento, numa protoditadura corrompível e ineficaz ao que toda esta estrutura é finalidade, o próprio povo, é um risco que nenhum megalômano corrupto quer correr.