segunda-feira, 22 de abril de 2013

Brevidade sobre o Egoísmo

Nada é mais egoísta do que assumir-se coletivo num anseio de solução definitiva, lidar com o resolvimento do que julga mazelas a partir do convencimento de uma mínima maioria que permitirá o ato tirano, a medida da palavra subjetiva pela própria palavra a fim da pena física, o sequestro pelo motivo dalguém parecer ignorante. O egoísmo é um abraço possessivo, uma compulsão de controle, um medo da solidão de espírito.