sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Fronteiras

terça-feira, 23 de outubro de 2012

S-512B "Libélula"

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Estação Proxima Centauri

Spacebug

Ponte Terra-Encélado

Sala de Reposições

domingo, 21 de outubro de 2012

Real Russia :D

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Kugelblitz Ignition

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

512: Andreas Wo encontra Famet Suri

- Senadora Famet?

- Como fez?

- Não entendi... Como fiz o que?

- Transcrição de projeções de consciência.

- Então já sabe?

- Eu sei de muita coisa.

- Então me admira você não saber como fiz, nenhum 78 usa uma chave de 16 yottaqubytes para projetar comunicação. Esperava encontrar um 51 menos estúpido para o seu plano?

- Eu queria a chance de ser como você, Oficial Wo; apesar de poder ler tudo o que sente, algo me diz que a experiência de possuir sentidos rasos, presos à ilusão de tempo, torna a experiência singular.

- E quem disse que para você não há tempo?

- É sobre isso que está aqui?

- Sabe muito bem que não é para falar sobre tempo que eu estou aqui,

- Claro que é sobre o tempo, sim, sobre transcender ao tempo.

- Cuidado, Senadora, posso considerar isso como suborno.

- Não creio que seja suborno, talvez seja o que a sua geração chama de previsão.

- Prevê que eu compactue com um genocídio para que eu seja supostamente salvo?

- O genocídio é inevitável, eu só lhe dei uma opção.

- A opção de ser um trabalhador braçal para cérebros congelados? Quem garantirá que vocês não serão esmagados assim que migrarem para um novo universo?

- Você, Comissário Wo.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

512: A Prova

[a3wo@78.gov ~]$ sudo ls /var/log/consciousness/trnscrpt/phys/j14navajo/f33suri
[sudo] senha para a3wo:
.89775287562.log
[a3wo@78.gov ~]$ sudo cd /var/log/consciousness/trnscrpt/phys/j14navajo/f33suri
[a3wo@78.gov f33suri]$ sudo nano .89775287562.log

#Transcrição automática [89775287562] de consciência.
#Transcrição 85,43% completa.

#Início da transcrição:

[j14navajo] Canal privado?

[f33suri] O que ainda é privado na consciência? Desculpe-me, eco subconsciente: sim, é privado.

[j14navajo] O colapso de órbitas está prestes a começar, muito sutil, mas temos menos tempo do que o previsto.

[f33suri] Quanto tempo?

[j14navajo] Temo que [... ruído ..] translação da esfera até que nada se sustente.

[f33suri] Menos de um ano-novo não é um prazo cabível para selecionar indivíduos. [... ruído ...] Vou [... ruído ...] e, se comprometermos a segunda população, a primeira estará a salvo e apta. [... ruído ...] Já produziram o estágio final?

[j14navajo] Por esse motivo precisei te contatar, não temos tempo hábil e nem energia para desenvolver um novo universo, precisaremos prosseguir em um dos três protótipos ativos no kugelblitz. [... ruído ...] Temos energia para 2 envios de 512 indivíduos ao planeta selecionado, mas é o melhor que nossa simulação pôde encontrar. Após o segundo envio, a esfera não se sustentará [... ruído ...] população atual congelará antes do colapso.

[f33suri] Seremos capazes de assumir consciência?

[j14navajo] Não se não tivermos gerações autoconscientes capazes de extrair recursos e produzir tecnologia no universo criado. Para isso, projetei a entrada para uma época mais tardia da Stellifera, pois assim evitamos a instabilidade inicial do sistema planetário apesar da concorrência com algumas formas de vida. [... ruído ...] Seremos inúteis sem isso, possivelmente assassinados por um ato tribal [... ruído ...] a indução precisa permanecer na transição para o universo filho.

[f33suri] Evitarei gerações inferiores a 50 pelo atual motivo social, esse fervor religioso não me parece condizente com a magnitude do projeto.

[j14navajo] Evite gerações superiores a 60 também, indivíduos que permanecem 15% ou menos do tempo de vida fora da consciência coletiva são inúteis. [...ruído ...] Serão 12 indivíduos de geração 78 [... ruído ...] demais pode determinar por indução na consciência coletiva; enviaremos 6 de nós em cada entrada.

[f33suri] Entendido. Além das induções que submeti, resta-me selecionar mais 200 indivíduos inferiores; o tempo não é o ideal mas farei o possível.

[j14navajo] Entendido. [... ruído ...] [... aparente desligamento ...]

# Fim da transcrição.

[a3wo@78.gov f33suri]$ sudo cp .89775287562.log /home/a3wo/prova.log

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

512: Aristeu 25, 12-15

Onde habitaria o demoníaco senão na consciência alternativa, no universo de arquitetura humana para que sejamos submergidos a cada geração até que a derradeira não possua a opção do abandono, da vivência na consciência divina, lúcida, independente dos tentáculos de um poder mundano?

Eis que a criatura ousa assumir-se criatura de si própria, enganando-se da propriedade desta transformação que lhe é sussurrada em sonhos pelo inimigo, aquele que anseia aniquilar a obra divina fingindo não envergar o jaleco de general.

O homem criou o sonho permanente e o inimigo já sabia, era o seu plano.

A geração do homem que não pode acordar, aquela que gerações anteriores se sentiam seduzidas em ser, é a personificação do mal a atrair os homens de bem para a consciência do sono, a indução para o mal envolto em vícios que fazem do despertar um fardo.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

512: Ruptura

Quando a esfera começou a apresentar pequenos trincamentos em todo o casco e as pessoas passaram a adoecer, tentaram culpar os antigos, a equipe de projeto, mentindo sobre uma suposta falha de cálculo do diâmetro da esfera de Dyson em relação ao kugelblitz; o ódio nas acusações era tamanho que parecia esquecer esta década astronômica de sobrevida nos dada por aquelas pessoas, ademais, sequer existia função atingir indivíduos mortos havia mais de 50 gerações. Pouco tempo depois já sabíamos que se tratava do limite espacial, que tudo começaria a rasgar-se cada vez mais depressa até que nenhuma cadeia experimentada por nossa existência restasse: as órbitas dos corpos frios ao redor da esfera se distanciavam, a órbitas de suas luas também, tudo se comportava para o rompimento.

As religiões voltavam à tona, algumas delas extintas fazia tanto tempo que se misturavam a outras a partir da interpretação de quem pesquisava nos arquivos da consciência coletiva incessantemente por alguma resposta, quase todas religiões de antes dos saltos transumanos e todos os profetas a culpar a última geração transumana, a geração 78, como se assumissem que a natureza da mesma estava mais distante da suposta obra natural, a obra de Deus. Muitos remanescentes da geração 45, a mais antiga ainda viva, uma população de menos de mil indivíduos, assumiram-se profetas da religião de maior adesão, a Ruptura, que julgava o universo um corpo transitório criado por Deus para a seleção de indivíduos gentis e  distantes de vícios corpóreos, aqueles que presumidamente transcenderiam a um novo universo.

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Palavra

Palavra
Articulada e silabada
Palavra
Desvinculada do que seja
Palavra
Estampida a priori pelos lábios
Vasculhado o céu da boca pela língua
E estalada feito arma de tortura
Palavra.

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Autocrítica é para os fracos!