sexta-feira, 16 de março de 2012

O Tempo Para

Criada a relação entre os fenômenos elementais do próprio corpo,
Não mais puderam ceder ao colapso eminente da própria confusão
E respeitaram a coerência do eterno retorno à fluidez das bolinhas de sabão
A se resfriarem e se induzirem à procriação das ululantes filhas
Desconexas de si mesma e aprisionadas ao todo como é.

Criado o curso de jazer em vida,
Vazia era a vida
Limitada aos seus fragmentos mais pesados diante de toda a sua leveza.