quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

A paz

Fingindo que a terra jazia fria ante a trepidação à ânsia dos deuses por fibras vibracionais ante o peso de estarmos vivos, dali que o nosso irmão negou a morte descrita na aparência homogênea para a nossa ignorância. Só precisamos de combustível para a nossa paz - pensávamos - mesmo que paz apenas para a nossa fazenda.