quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

As Bestas

Se o espírito romântico do todo egoísta em si,
Presumindo o fim da diversidade mesmo que diversidade cruel,
Destruísse o que enoja pela honra da própria virtude,
Cumpriria o intervalo de si mesmo diante da imortalidade que almeja?

Creio mesmo na bestialidade adquirida
E no seu ímpeto voraz por deixar de ser reconhecida besta,
Atentar contra a própria aniquilação a fim de permanecer-se domínio
Contra o domínio que neste ciclo - urgindo - devora-nos,
As bestas.