sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Flagelo


Quase da graça que te compunha,
Trazia o medo de assolar
Os poucos laços já obumbrados
Pela vontade de sobreviver.