domingo, 13 de novembro de 2011

Filha

Vou por onde estou por você,
Por saber não haver outro lugar sem fim
Que fale por mim desde a foz
Mesmo só ante a embriaguez de existir.