terça-feira, 29 de novembro de 2011

Aborto


Um pingo de morte garganta abaixo,
Uma lágrima de concreto,
Um ramo de sussurro estagnado
No último pulsar do assassinado
Pela preocupação ao acidente
Até a mudança planejada.