quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Mortos no Jardim

Aos mortos no jardim,
Despeje as suas carícias
Sem medo de errar
Ou fingir a escuridão.