segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Lutas Desinteressantes

Eu nunca acreditei em você,
Apenas lhe fiz sem a sua presença,
Furtei descaradamente o fruto do meu espanto
E dispensei o resto para criar a deusa;
Seja a ciborgue,
Faz bem.