segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Елена

Se estou bem,
tanto faz,
Quase nunca consigo saber,
Nestes dias mal posso lembrar
Do que fizeste até matar quem te conheceu.

Se sou isca
não quero lembrar
Do desejo que tens de perder
Esta cicatriz que o tempo revelará
Em cada homem que te pertenceu.