quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Antes de Sexta


Zelando pela paz que finjo ter
Mergulho no refugo dos rumos
A usar respostas que não cabem
Ao meu horizonte de acontecimentos,
Ululo ébrio nestes resíduos assépticos
Como se me abandonasse pela sobrevivência.