domingo, 2 de outubro de 2011

Amante das Épocas Divergentes

Em quadris como os teus presenciei a tragédia
No colapso dum mundo que parecia eterno ou quase sincero,
Mas se tratava de desespero
Nosso.