segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Catarina

Ela grita como uma sombra,
Não disfarça a sua essência,
Mas não perde o repouso da alma de atriz
A sonhar o que precisa em si
Rasgando o espectante sem pudor.