terça-feira, 9 de agosto de 2011

Algo em Si

Sois vós o povo obcecado pela compulsão egoísta
De quem não é um ao todo - então sequer um todo,
Almeja os olhos invejosos do mundo ou do seu quintal para negá-los,
Suporta a fome pelo nome dos corpos em si,
Insinua virtude na miséria pela sua aceitação,
Reprime o gêmeo pela própria manutenção?

Sois vós a morte de tudo vosso após a vossa morte?
Sois vós algo em si?