quinta-feira, 30 de junho de 2011

Peça Ajuda

Por mais que me embriague esta fera ardendo em você,
O seu silêncio à espreita dá sono
E da sua desconfiança pelo limite desdenho.

Peça pra sair daí,
Dessa gruta desalumiada,
Peça ajuda!