sexta-feira, 11 de março de 2011

Fragmento de Nihil

Pari um grito de fome por ter esperado
O teu corpo quase perfeito a cobrir o meu
Dolorido de angústia e solidão,
Colorido de cinza à combustão dos prazeres que imaginei (que não me deste).

Eu,
Envelhecida demais para a tua lembrança,
Desisti,
Decorei o meu ambiente com falsa calmaria e costumes doutrem
Para que me fincasse feito doutrinadora de coisa qualquer.

(...)

Corrompida a minha ganância juvenil e reposta por tal ingenuidade madura,
Percebo quão nauseabundo foi este arrastar-se delicado da minha vida.