segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

A Sensação Vulgar

Para desmascarar os mistérios
Desintegrados e respirados por um susto breve,
Uma leve corrupção do todo,
Nada é mais importante do que a inocência,
Esta que é tudo relaxado,
Conforto não o sendo,
Busca sem perícia...

Então,
Desnudo de mistério,
Torna-se tal em passado,
Vulgarizado,
Extinto de si.