quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Tema do Assassino Repelindo a Amada

Mantenha-se longe, eu sei
Do que sou capaz
E nada que faça conterá a sede que me satisfaz.
Se talvez o meu brio vil
Seguir tua voz,
Serei a fortuna sem medo e trancas dum monstro atroz.