terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Canteiro de Obras

A minha vida é um canteiro de obras,
Colunas e muros erguidos a se desistirem antes do fim,
O trabalho cansado de si a persistir-se,
A névoa de concreto ao sol,
A lama cortante à chuva.