segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Castanho e Vermelho

Rasga-me com o mármore de tuas mãos
Antes que me cale
Perante esta agonia de gênese oculta.
Cumpre-me sincera,
Mas minta se quiser
Para que crie ululada o desvario.
Surte,
Conjugue o teu corpo,
Proclame a tua alma,
Ame.