quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Ludo

O seu trabalho é ser paciente,
Desesperada pelos cuidados da civilização,
Especialista dos próprios males - existentes ou criados - e de suas manutenções.

A sua gana é ser criança
Vasculhando as novidades nas prateleiras completas do semelhante,
Buscando o que te cabe feito jogo,
Ansiando a cadeia irresistível às fadas do tempo.