domingo, 21 de novembro de 2010

Lei, Ήρα

Veneno de janeiro com fibras bem trançadas em azulado e cinzento,
Timbre quase claro e tonado num agudíssimo e sincero pesar,
Jeito de ficar feito sirene seduzindo ao suicídio,
Sôfrego sorriso de épocas não determinadas.