domingo, 14 de novembro de 2010

Bravo


...Até a consistência dos seios sobre as palmas das mãos,
O sorriso traiçoeiro por segundas e egoístas intenções
E a clareza igual nas faixas escondidas pelo vigor do mundo
Perseguem o pragmatismo incisivo que assumi por não a ter como opção.