quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Também Sonho

Poderia amar-te como se desaparecesse,
Não existisse,
Tornasse-me tua extensão,
Corpo para teus devaneios,
Mas não consigo;
Também sonho.