segunda-feira, 23 de agosto de 2010

A Arte

A arte implora o contimento,
A regra zeladora da ausência da própria arte,
A ignição;
O conceitual flatulento,
A mera diarréia prosopopéica dos achados engolidos da forma que seja,
Dizem-me isto mesmo acerca do que vieram.