quarta-feira, 7 de julho de 2010

Cessado por Fustigação

Parti sem paz,
Feridas abertas,
Tormentas expostas
A ninguém que quis ouvir.
Fora medo de livre
Ou d'algemado à vida
Amada louca para se pronunciar.
Fora de natalidade,
Donde inda há saudade
Da repulsa que na fuga obstruí
Calejando horrores
Pelas próprias virtudes,
Pelo belo insolúvel do meu seio.