sexta-feira, 18 de junho de 2010

Quase um Tom Zé

O ruído
Onipresente,
Um chiado entre borbulhante e crepitante,
Não incomodava àquelas alturas,
Integrava-se ao zumbido do tímpano danificado
Em sinfonia de vanguarda,
Quase um Tom Zé.