quarta-feira, 16 de junho de 2010

Falácia dos Tempos

Pois teu fim é ser mulher,
Desfeita da semidivindade,
Esclarecida ao mundo,
Corrompível a tudo.