sábado, 26 de junho de 2010

Esquece

Esquece a boçalidade duma narrativa épica,
Sê desmontada,
Invaria-se solta,
Dize por sentido da sua coisa ardente
Erodindo a paciência.