quinta-feira, 27 de maio de 2010

A Cápsula e o Tumor

Ah, memória descompassada de tempo
Solta a brincar antes do pensamento
Como se fosse o amanhã nos sentidos!

Ah, ideia persistente de glória
Protagonizando-me à história
De próprio punho atado a mim!

(...)

- Dize-me,
Plateia de personagens,
Qual dentre vós está lúcido para desencarnar?