sexta-feira, 16 de abril de 2010

Já Faz Muito Tempo

Um negócio engraçadinho,
Pequenino e bonitinho,
Pleno de processos vis,
Toma corpo,
Vira monstro,
Ganha algemas
E compostos
Para os vermes e afins.

Um trocinho inocente,
Sem destino,
Sem patente,
De desejos juvenis,
Envelhece,
Chama os velhos,
Suas muletas,
Seus baralhos
E suas ganas senis.