sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Lebensgeschichte

Enjaulei-me aos teus seios em cálices de aromas,
Às vezes cânhamo e menta
E noutras desmaio e ilusão.