segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Estímulos Vendíveis

Ela entra,
A câmera captura a sua expressão facial de desânimo
E ela morre quando dali,
Do que a emocionava,
Sai:
A indiferença é desprezível.