terça-feira, 22 de dezembro de 2009

A Mensagem

Preciso dormir para recriar-te
Tão descompassada quanto o que impões sem querer,
Mas voltas,
Insistes nas sentenças de longos hiatos entre si
E espero;
Indeciso do tempo até a obturação da luz,
Espero.