terça-feira, 10 de novembro de 2009

Temperance

Por ninguém abrir mão,
Vamos matando os felas da puta
Que precisam comer e morar,
Vamos doando aos profetas e poetas
A semente e a ignição para a prole e a sedução.