terça-feira, 3 de novembro de 2009

Camadismos, Fibrismos e Ululismos

Tu te traías
E eu a mim por permitir-te,
Porém não havia traição mais doce,
Complemento melhor à vida;
Destruir-se livre.