sábado, 14 de novembro de 2009

A Aparição


O meu pulso pintado de dúvida,
Íntimo a desvencilhar-se dos agasalhos,
A degolar afagos lúcidos de quem finge não estar perdido,
Não te criou,
Salomé,
Não preenche em suposição os teus vazios em minh'alma,
Rende-se a instigar os teus limites.