segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Travestidos de Maria

Travestidos de Maria,
Momentâneas Marias para o seu salvador,
Cobriam os seios outrora dispostos ao aluguel em vitrines encardidas,
Fingiam a timidez no quase sempre eficaz sorriso pela metade.

Travestidos de Maria,
Eternas e impossíveis Marias,
Iam aonde desejaram desde o princípio,
Antes de consumidos pelas calçadas e sonhos alheios,
Desde a própria Maria absorvida.