quarta-feira, 28 de outubro de 2009

A observada, as crianças e o caçador

À verdade, perco-me em tua mesmice,
Teu canto triste de qualquer um - impotente,
Tua chaga carente por um rasgo maior - irreversível,
Tua ânsia em ser terra explorada,
Dizimada até outra natureza.