sábado, 10 de outubro de 2009

Movimento

Para desvendar-me em natureza sartriana,
Feito os elementos para sempre indivisíveis em nossas almas-
Indivisíveis por se comporem alma,
Abandono-te agora.