segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Links

Atada a um passado reluzente
Por um futuro aparente,
Revidava aos golpes
Marcando e sendo marcada,
Parindo um rio de sangue contigo.

Esqueci-me e reneguei o hilariante,
O assumir-me feia,
O depurar-me pouco,
O reivindicar da própria vergonha exposta por asas maiores;
Passei por ali guiando outros aos outros,
Sofrendo de outros por mim.