terça-feira, 27 de outubro de 2009

Enquanto todos calam a ouvir

- Eu dizia! - intercedeu-me
Como se fosse maioria,
Mas era eu;
Tenho certeza!
Sentia a ânsia vibrando,
Os rigores da raiva viviam,
Eu me denunciava naquele momento.

- Nada de ti ali surgia:
Nenhum indício,
Ditas falhas de caráter,
Trejeitos ou desejos de redenção. - afirmei.

- Quisera tu tal unicidade,
Compreensão de onde me rastejo,
Esgueiro-me sedenta por vida,
Transformo o todo em um impulso pequeno. - calou-me,
A súcubo.