quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Comuns Amanhã

A tua ordem amarrada a mim,
O teu desejo guiando o meu tédio,
A tua boca abraçada ao meu pau, pedra e espinho.