sábado, 17 de outubro de 2009

A Aranha e a Vassoura

Na condição temporária em nosso idioma
Latino,
Você,
Louca para pisar na lama,
Doida para decompor-se,
Reunir-se deformada,
Continua a varrer ídolos para dentro;
Nem ídolos seus,
Sua quase certeza.

Na ação momentânea em nosso código
Sagrado,
Ido e vindo de resgates e profecias,
Perde-se neste bolo biodigital,
Genético a bits e empacotado a enzimas,
A varrer ídolos para dentro;
Nem ídolos seus,
Sua quase certeza.